Com palestra e atividade lúdica, unidade alertou aos colaboradores sobre a importância dessa prática

A Policlínica de Quirinópolis realizou nesta semana um projeto de educação continuada com palestra e dinâmica sobre a higienização das mãos. A ação organizada pela enfermeira Denise Ramos foi intitulada de ‘ O amor de alguém está em suas mãos, proteja-o! Higienize suas mãos’.A ideia é mostrar que a higiene realizada no momento certo e da maneira correta pode salvar vidas.

De acordo com Denise, a higienização das mãos é uma das ações mais eficazes que se pode executar para reduzir a propagação de patógenos e prevenir infecções, incluindo a Covid-19. Assim, tanto os profissionais de saúde quanto a comunidade podem desempenhar um papel importante na prevenção das infecções, praticando a higiene frequente das mãos.

A profissional explica que a dinâmica foi de forma lúdica e com uso de tinta neon. “As mãos do participante foram ujas com a tinta. Após isso, os colaboradores deveriam lavar as mão da forma que faz no dia a dia. Depois as mãos eram colocadas dentro de uma caixa e verificado se a lavagem estava correta. Após a dinâmica, fizemos uma demonstração de como deve ser realizada Higienização das mãos” afirma Denise.

A higienização das mãos é a medida individual mais simples e mais barata para prevenir a propagação das infecções. O número de infecções pode ser reduzido com a simples prática de higienização das mãos com água e sabão ou álcool gel 70%. É Importante ressaltar que a higienização com álcool gel é realizada quando não há água e sabão no local.

“A atividade visa aumentar a prática constante dessa medida de limpeza. É um ato simples, seguro e econômico, que pode combater a disseminação de bactérias, vírus e fungos no ambiente hospitalar”, conclui a enfermeira.

Ajustar fonte