Organização Mundial da Saúde (OMS) aponta a doença como um dos maiores problemas de saúde pública no mundo

A nutricionista Érica Rodrigues realizou uma palestra na Policlínica Estadual da Região Sudoeste – Quirinópolis sobre o Dia Mundial da Obesidade, comemorado em 4 de março. A obesidade é uma doença crônica, que se caracteriza principalmente pelo acúmulo excessivo de gordura corporal. Ela tende a piorar com o passar dos anos, caso o paciente não seja submetido a um tratamento adequado e contínuo.

Segundo Érica, além de reduzir a qualidade de vida, a obesidade pode predispor a doenças como hipertensão arterial, diabetes, doenças cardiovasculares, asma, gordura no fígado e até alguns tipos de câncer.“O excesso de peso pode trazer ainda prejuízos para as relações pessoais e profissionais, pois essas pessoas são mais propensas à depressão e ansiedade”, disse.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) aponta a obesidade como um dos maiores problemas de saúde pública no mundo. “A principal causa da doença é a alimentação inadequada ou excessiva. Para manter o peso ideal é preciso que haja um equilíbrio entre a quantidade de calorias ingeridas e a energia gasta ao longo do dia. Quando há abundância de alimentos e baixa atividade energética, existe o acúmulo de gordura. Por isso, o sedentarismo é o segundo fator importante que contribui para a obesidade”, afirma a nutricionista.

Para a profissional, a melhor forma de tratar a obesidade é adotar mudanças no estilo de vida, com uma dieta menos calórica aliada a um programa de exercícios físicos, sempre sob a supervisão de um profissional. “A doença pode ser evitada desde a infância, com a adoção de hábitos alimentares saudáveis e a prática regular de esportes ao longo da vida”, destaca.

Conscientização

O excesso de peso afeta 100 milhões de crianças no mundo. Entre adultos, chega a 600 milhões. É uma verdadeira epidemia, que não escolhe idade, cor, sexo, grupo social. Ela apenas se instala, aos poucos.

Muitos pacientes procuram uma solução definitiva no tratamento da obesidade, mas, estudos mostram que os maiores índices de sucesso para casos de obesidade são obtidos pelo tratamento multidisciplinar.

O Dia Mundial da Obesidade incentiva soluções práticas para ajudar as pessoas a alcançar e manter um peso saudável, realizar tratamento adequado e reverter a crise da obesidade. Há muito a fazer, incluindo restringir a comercialização de alimentos e bebidas com alto teor de gorduras, açúcar e sal para crianças; tributar bebidas açucaradas e proporcionar melhor acesso a alimentos saudáveis; abrir espaço para caminhadas, ciclismo e recreação seguros nas cidades; ensinar às crianças hábitos saudáveis desde a infância.

 

Ajustar fonte